• INVENT.ARQ

    Projeto Inventários de arquivos de família, sécs. XV-XIX: de gestão e prova a memórias perdidas. Repensando o arquivo pré-moderno
    EXPL/EPH-HIS/0178/2013

    Saber maisBase de dados em manutenção

Portal sobre arquivos de família / arquivos de comunidade(s)

Este portal tem como objetivo estimular e dar visibilidade aos Arquivos de Família – enquadrados no universo mais amplo dos “arquivos de comunidade(s)” – fomentando iniciativas nas vertentes de investigação histórica, organização de arquivos, defesa patrimonial e impacto social da ciência.

Quem somos e o que fazemos

Somos um conjunto de investigadores em História e em Arquivística, que pretende disponibilizar serviços de qualidade à comunidade, na sua área de saber científico e técnico.

Temos a nossa origem no trabalho realizado em torno da temática dos Arquivos de família por investigadores e formandos, inseridos em unidades de investigação da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, e/ou ligados às fileiras de formação pós-graduada em Ciências da Informação e da Documentação e em História/ Arquivística Histórica.

  • Desenvolver investigações

    em História da família como organização, história social e cultural dos arquivos, história da arquivística.

  • Organizar arquivos

    de família / de comunidade(s) com base em conhecimentos históricos e de Arquivística / Ciências da Informação e da Documentação.

  • Oferecer consultadoria

    sobre formas de preservação da memória e património histórico familiar.

  • Organizar iniciativas

    de visibilidade pública, com credibilidade científica, sobre história, arquivos e memória de famílias, empresas familiares, membros notáveis das famílias, etc.

Parceiros

Apostamos no trabalho em rede, e temos por isso muito orgulho em colaborar com outras unidades de investigação, com entidades públicas responsáveis pela política arquivística nacional, bem como com organismos privados que se destacam na defesa patrimonial.

O que outros dizem sobre nós

Durante estos años tuve el gran plácer de poder trabajar com Maria de Lurdes Rosa y su equipo en diversos proyetos orientados a la difusión y salvaguarda del património documental de los archivos familiares (…)

Aránzazu Lafuente Urién(Arquivista, Diretora da Secção Nobleza do Archivo Histórico Nacional de Espanha, de 1993 a 2011)

Les nombreux travaux accomplis par Madame Maria de Lurdes Rosa pour la protection des archives privées depuis 2009 témoignent grandement en sa faveur, qu’il s’agisse des actions de sensibilisation à l’égard des propriétaires d’archives, des journées d’études et colloques internationaux organisés, ainsi que de ses publications, en particulier le manuel de protection des archives de famille.

Christine NougaretProfessora, École Nationale des Chartes (Paris), Diretora da Secção de Arquivos Privados nos Archives Nationales de France, de 1999 a 2006

Inoltre l’impegno profuso negli ultimi anni da [Maria de Lurdes Rosa] e dall’Istituto di Studi Medievali dell’Universitá Nova di Lisbona nel promuovere studi ed incontri a livello internazionale intorno al tratamento, alla storia delgi archivi familairi e al loro uso da parte degli storici ha Permesso a studiosi di varia provenienza e formazione di confrontarsi e trarre importanti e nuove riflessioni.

Elisabetta InsabatoArquivista, ex-Coordenadora, aposentada, do sector “Archivi di familgia e di persona” da Sopritendenza Archivistica per la Toscana-Firenze

A investigação que a Prof.ª Maria de Lurdes Rosa desenvolve, aliada a orientação de dissertações de mestrado e teses de doutoramento, e a projetos de investigação que tem coordenado no âmbito do Instituto de Estudos Medievais e a eventos científicos que tem organizado, com a consequente publicação das respetivas atas, constitui uma referência incontornável no que respeita a um campo particular da Arquivística – os arquivos de família – que só recentemente começou a ser objeto de estudo, aprofundado e com base em critérios científicos e metodológicos passíveis de contribuir para a criação de conhecimento rigoroso nesta área de estudo e de trabalho.

Fernanda RibeiroProfessora catedrática e diretora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto

(…) se trata de un trabajo magnífico, pionero en su género en el ámbito de los archivos de familia en Europa. Incorporar la visión del propietario y dirigirle un trabajo es un gran acierto.

Francisco de Borja AguinagaldeArquivista, Diretor do Archivo Histórico de Euskadi / Eusko Jaurlaritza – Gobierno Vasco

Envie-nos um e-mail