Acções do Documento

Ciências Musicais

Palavras-chave

  • Musicologia Histórica
  • Etnomusicologia
  • Análise Musical
  • Sociologia da Música
  • Filosofia da Música

 

Apresentação

Criada em 1980, a licenciatura em Ciências Musicais foi pioneira nesta área científica em Portugal.

Os licenciados em Ciências Musicais adquirem uma compreensão da diversidade das músicas e dos géneros musicais, bem como uma exposição às ciências sociais e às humanidades, que fornecem uma sólida base académica e os conhecimentos necessários para, em conjugação com valências individuais, assegurar uma colocação no mercado de trabalho, ou para prosseguir estudos ao nível de mestrado.

Um grau em Ciências Musicais permite o acesso a uma carreira como educador, investigador, bibliotecário, técnico de museu, programador, técnico autárquico, produtor e crítico, entre outras possibilidades, ainda que a experiência demonstre que, na maioria dos casos, os empregadores ou o tipo de trabalho desenvolvido requerem a obtenção de graus académicos mais avançados. Também, muitos músicos práticos consideram útil complementar a sua formação na área das Ciências Musicais, pelo que procuram a nossa licenciatura.

O actual curriculum fornece conhecimentos ao nível da história da música, análise e teoria musical, etnomusicologia, sociologia da música, filosofia e estética da música, músicas populares, acústica, organologia e tecnologia musical. Um pequeno conjunto de disciplinas práticas, que funcionam como complemento da formação teórica.

Apesar de este ser um curso focado na música enquanto fenómeno cultural, é essencial que os estudantes que pretendem frequentá-lo sejam portadores de experiência e conhecimentos teóricos na área da música. Muitas disciplinas requerem competências ao nível da leitura musical.

Existe um percurso curricular recomendado para os dois primeiros semestres de estudos. Do terceiro ao sexto semestre, os alunos escolhem o seu percurso dentro do conjunto de unidades curriculares de opção condicionada. Podem também escolher unidades curriculares oferecidas por qualquer Departamento da NOVA FCSH.

 

Coordenação

Coordenação executiva: Paulo Ferreira de Castro

Coordenador do Curso de Licenciatura: David Cranmer

 

Plano de Estudos

O plano de estudos está organizado em três grupos de disciplinas – obrigatórias, de opção condicionada e de opção livre – cada um deles com uma função distinta no processo de formação do aluno.

 

1) Disciplinas obrigatórias (90 ECT), a frequentar ao longo dos 6 semestres:

Introdutórias:

Introdução ao Texto Musicológico; Grandes Correntes da História da Música; Teoria e Método das Ciências Musicais; Etnomusicologia-Introdução

Prática e formação musical:

Formação Musical; Leitura de Partituras; Técnicas de Composição; Collegium Musicum

Formação de base em Ciências Musicais:

Organologia; Filosofia da Música-Fundamentos; Sociologia da Música-Teoria e Método; Música e Informática; Acústica; Etnomusicologia-Culturas Musicais do Mundo; Etnomusicologia-Teoria e Método; História da Música em Portugal; Temas de Investigação em Musicologia.

 

2) Disciplinas de opção condicionada (60 ECT)

Permitem ao aluno delinear um percurso pessoal e dividem-se em 3 grupos:

Opção condicionada 1: Análise e Teoria Musical: abordam o repertório musical escrito entre 800 e a Actualidade. O aluno escolherá apenas três disciplinas (18 ECT) de um grupo de sete.

Opção condicionada 2: História da Música: abordam as épocas compreendidas entre a Antiguidade e a Actualidade na cultura ocidental e a História da Música Ibérica e Latino-Americana. O aluno escolherá quatro disciplinas (24 ECT) de um grupo de oito.

Opção condicionada 3: Diversas disciplinas teóricas e práticas:

umas proporcionam o aprofundamento de matérias anteriores;

outras – como Baixo Contínuo e Acompanhamento, Música de Câmara, Prática Interpretativa ou Práticas Musicais-Músicas do Mundo – permitem uma vivência musical prática;

outras ainda – como Estudos de Música Popular, Música e Tecnologias do Som ou Introdução à Psicologia e Pedagogia da Música – proporcionam uma abertura para outras áreas dos estudos musicológicos. O aluno escolherá três disciplinas deste grupo (18 ECT).

 

3) Opções Livres (30 ECT), a frequentar em qualquer departamento da NOVA FCSH.

 

Corpo Docente

Docentes de carreira:

Salwa Castelo-Branco

João Soeiro de Carvalho

Luísa Cymbron

Manuel Pedro Ferreira

Rui Vieira Nery

David Cranmer

Helena Rodrigues

João Nogueira

Jorge Matta

Manuela Toscano

Maria de São José Côrte-Real

Paula Gomes Ribeiro

Paulo Ferreira de Castro

 

Docentes contratados:

António Tilly

Iñigo Sanchez

Isabel Pires

Svetlana Poliakova

Vincent Debut

 

Candidaturas | Número de vagas | Propinas

Para saber mais sobre estes tópicos consulte a página Licenciaturas.

 

Taxa de Empregabilidade

95,8%*

*Dados de empregabilidade recolhidos pela Direção-Geral de Estatísticas de Educação e Ciência (DGEEC) junto do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP)

 

Saídas Profissionais

    • Imprensa, Rádio e TV (Crítica e Divulgação Musical)
    • Organizações de Planeamento e Gestão de Políticas Culturais ligadas à Música
    • Empresas de Conservação e Gestão do Património Musical
    • Organismos de Administração Pública
    • Fonotecas, Fundações, Museus, Bibliotecas e Arquivos
    • Agências de Edição Musical

 

Secretariado

E-mail: ciencias.musicais@fcsh.unl.pt

Tel.: +351 217 908 330

 

Ligações Úteis

 

Observações

No âmbito da disciplina de Estágio Curricular, criado há alguns anos na NOVA FCSH, o Departamento de Ciências Musicais estabeleceu protocolos com várias instituições, de entre as quais se destacam os centros de investigação CESEM e INET, a Biblioteca Nacional, a Academia de Amadores de Música, a Fonoteca de Lisboa, etc.

Estes estágios, com a duração de um semestre, permitem aos alunos completar a sua formação teórica com uma experiência pré-profissional em áreas complementares das Ciências Musicais.

Topo da Página