Acções do Documento

Geografia e Planeamento Regional

Palavras-chave

  • Geografia
  • Planeamento e Ordenamento do Território
  • Desenvolvimento
  • Tecnologias de Informação Geográfica
  • Ambiente

 

Apresentação

A licenciatura em Geografia e Planeamento Regional está estruturada de modo a permitir a aquisição de conhecimentos fundamentais e o desenvolvimento de competências no domínio da Geografia com formação básica em diferentes áreas de especialização:

  • Ambiente e Recursos Naturais
  • Planeamento e Ordenamento do Território
  • Território e Desenvolvimento
  • Deteção Remota e Sistemas de Informação Geográfica, com continuidade no 2º ciclo (mestrado).

As atividades curriculares e extracurriculares são ainda concebidas tendo em vista o desempenho individual e a obtenção de competências interpessoais (trabalho em equipa; interação social e cooperação), que permitam um elevado grau de autonomia e abertura para a aprendizagem ao longo da vida.

Objetivos:

    • Conhecer as teorias e os conceitos fundamentais da Geografia;
    • Adquirir conceitos básicos nas áreas do Ambiente e Recursos Naturais, Planeamento e Ordenamento do Território, Território e Desenvolvimento, Deteção Remota e Sistemas de Informação Geográfica;
    • Adquirir capacidade de observação e interpretação da paisagem;
    • Dominar métodos e técnicas de análise geográfica (recolha, seleção, tratamento e interpretação de informação) e aplicá-los em contextos geocomputacional e real;
    • Articular os conhecimentos teórico-práticos com as solicitações da sociedade atual, contribuindo para equacionar problemas e propor soluções no âmbito do Ambiente, Planeamento e Desenvolvimento do Território;
    • Interpretar a diversidade e complexidade dos territórios e as inter-relações de fenómenos de natureza ambiental com outros de tipo económico, social e cultural;
    • Articular o saber geográfico com outros saberes, designadamente na colaboração em equipas multidisciplinares;
    • Comunicar o conhecimento e o saber fazer no domínio da Geografia a públicos diferenciados.

 

Coordenação

Coordenação Executiva: Regina Salvador

Coordenadora do Curso de Licenciatura: José Lúcio

 

Plano de Estudos

Em três anos, os estudantes do Curso de licenciatura em Geografia e Planeamento Regional cumprem o seguinte plano de estudos:

  • Nos dois primeiros anos, é obtida a formação fundamental em geografia humana, geografia física, planeamento territorial e tecnologias de informação geográfica, num total de 20 unidades curriculares (UCs) obrigatórias (5 UCs por semestre x 6 ECTS);
  • No 3.º ano, os estudantes têm a possibilidade de construir o seu percurso académico com enfoque numa área de especialidade, integrando um seminário selecionado entre os seguintes:

i) Ambiente e Recursos Naturais;

ii) Deteção Remota e Sistemas de Informação Geográfica;

iii) Planeamento e Ordenamento do Território;

iv)Território e Desenvolvimento.

Durante os 5º e 6º semestres, os estudantes completam a sua formação com oito unidades curriculares de opção livre, das quais três terão que ser escolhidas do leque de opções do Curso de Geografia e Planeamento Regional, podendo as restantes ser de outra área científica.

A obtenção do grau de licenciatura exige a realização de 180 ECTS, distribuídos do seguinte modo:

  • 120 ECTS do programa de unidades curriculares obrigatórias;
  • 30 ECTS do quadro de opções condicionadas do Curso (incluindo o seminário com 12 ECTS);
  • 30 ECTS realizados em opções livres ou num minor de outra área científica.

Os métodos de ensino utilizados proporcionam aos estudantes diferentes formas de aprendizagem. Todas as unidades curriculares do 1.º e 2.º anos têm aulas teóricas e práticas. Nestas, os estudantes são distribuídos por turmas e trabalham em pequenos grupos.

Estas aulas privilegiam a aprendizagem de métodos e técnicas, sendo utilizados recursos informáticos, com software específico. A avaliação pode incluir relatórios e apresentação dos trabalhos. É também realizado  trabalho de campo.

 

Corpo Docente

Ana Maria Viegas Firmino

Carlos Manuel Prudente Pereira da Silva

Fernando Ribeiro Martins

João Alberto Figueira de Sousa

João Carlos Seixas

Jorge Ricardo Ferreira

José Afonso Teixeira

José António Pereira Tenedório

José Eduardo Silvério Ventura

José Manuel Rodrigues Lúcio

Margarida Angélica Pereira Esteves

Maria Dulce Oliveira Pimentel Antunes

Maria José Leitão Barroso Roxo

Maria Regina Faia Martins Salvador

Nuno Henrique Pires Soares

Pedro João Cruz Cortesão Casimiro

Rossana Estanqueiro

Rui Pedro Sousa Pereira Monteiro Julião

 

Docentes convidados

Gonçalo M. F. S. Antunes

Candidaturas | Número de vagas | Propinas

Para saber mais sobre estes tópicos consulte a página Licenciaturas.


Taxa de Empregabilidade

91,5%*

*Dados de empregabilidade recolhidos pela Direção-Geral de Estatísticas de Educação e Ciência (DGEEC) junto do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP)

 

Saídas Profissionais

    • Organismos da Administração Central, Regional e Local
    • Empresas de Planeamento Regional e Desenvolvimento
    • Instituições de Ensino e de Investigação Científica nas diferentes áreas do Curso
    • Agências e Associações de Desenvolvimento Regional e Local
    • Tecnologias da Informação (Programação, SIGS e Cartografia)
    • Turismo, Desenvolvimento e Marketing Regional
    • Organizações Não Governamentais

 

Secretariado

E-mail: geografia@fcsh.unl.pt

Tel.: +351 217 908 317

 

Ligações Úteis

 

Observações

Os Programas de Mobilidade existentes na NOVA FCSH possibilitam aos estudantes do Curso de Geografia e Planeamento Regional realizar um semestre de estudos ou estágio numa universidade europeia ao abrigo do Programa Erasmus+. São cerca de 30 as universidades parceiras, distribuídas por uma dezena de países.

Outras possibilidades são proporcionadas pelo Programa Almeida Garrettt (universidades portuguesas) ou através da obtenção de uma bolsa luso-brasileira Santander Universidades (24 universidades no Brasil).

Os estudantes podem ainda participar em trabalhos de investigação no âmbito das atividades desenvolvidas pelas unidades de investigação da NOVA FCSH.

Topo da Página