Acções do Documento

Jornalismo

Área científica

Ciências da Comunicação

 

Palavras-chave

Jornalismo, Escrita Jornalística, Novas Narrativas, História dos Média, Teoria do Jornalismo, Jornalismo Especializado.

 

Apresentação

O Mestrado em Jornalismo visa formar profissionais para o exercício do Jornalismo, fornecendo-lhes as ferramentas essenciais da profissão, que incluem a análise e a reflexão dos próprios processos de construção noticiosa.

O mestrado aceita licenciados em todas as áreas do saber que queiram adquirir ou aprofundar os seus conhecimentos no campo do Jornalismo.

Além dos docentes de carreira com experiência profissional relevante, o Mestrado em Jornalismo conta também com a participação de reputados profissionais da área, que são responsáveis pelos seminários de jornalismo especializado.

Objetivos:

1) Adquirir capacidade para desenvolver conhecimentos teóricos sobre o funcionamento do campo jornalístico;

2) Saber aplicar os conhecimentos adquiridos e a capacidade de compreensão e de resolução de problemas em situações novas e não familiares, em contextos alargados e multidisciplinares, ainda que relacionados com a sua área de estudo, nomeadamente aplicando-os ao desenvolvimento de um projeto jornalístico realizado autonomamente ou em contexto organizacional;

3) Compreender os desafios colocados pela emergência das novas tecnologias e pelos processos de mutação do tecido empresarial e profissional do campo mediático e do campo jornalístico;

4) Ser capaz de comunicar as conclusões do seu estudo e do seu projeto, bem como os conhecimentos e os raciocínios a elas subjacentes; quer a especialistas, quer a não especialistas, de uma forma clara e sem ambiguidades;

5) Dominar os discursos jornalísticos e as linguagens associadas às especificidades dos diversos suportes mediáticos;

6) Adquirir conhecimentos que permitam uma compreensão dos diversos processos de interação entre jornalistas e fatores sociais em diferentes campos de ação profissionais.

 

Coordenação

António Granado

 

Plano de Estudos

O Mestrado em Jornalismo é composto por dois semestres curriculares e um semestre não curricular, correspondente a uma tese de dissertação, um projeto profissional ou um estágio com relatório.
Na unidade curricular Escrita Jornalística, os alunos familiarizam-se com os diversos géneros jornalísticos e são convidados a produzir textos com qualidade de publicação em órgãos de comunicação de expansão nacional. Para que tal possa acontecer, os textos jornalísticos produzidos pelos alunos são frequentemente discutidos em aula.
Na unidade curricular História e Teorias do Jornalismo, o jornalismo é abordado como um campo social, numa dupla perspetiva: ao nível da reflexão académica (as teorias); e dos contextos sociais e culturais (a história). As teorias jornalísticas são vistas como quadros de análise da vinculação da atividade jornalística à vida social, propondo-se uma leitura crítica e uma atenção aos contextos espacio-temporais concretos.
Na unidade de Jornalismo Especializado I, os alunos contactam com a área da investigação jornalística em televisão, enquanto na unidade de Jornalismo Especializado II os conteúdos estarão centrados no Jornalismo Económico e no Jornalismo Político. Pretende-se nestes seminários que os alunos percebam as principais características das áreas jornalísticas em estudo, sejam capazes de identificar os desafios que se colocam a esta áreas e consigam produzir peças especializadas com qualidade de publicação.
A unidade curricular Questões Contemporâneas do Jornalismo está vocacionada para a apresentação dos desafios que o jornalismo enfrenta na contemporaneidade. Serão tratados aprofundadamente os desafios mais importantes do jornalismo contemporâneo, como os novos formatos (do jornalismo de dados às narrativas multimédia), os novos modelos de negócio ou as novas rotinas jornalísticas.
A unidade Novas Narrativas dos Media visa dotar os estudantes de instrumentos teóricos, conceptuais e práticos que lhes permitam pesquisar informação, com recurso a trabalho de campo original, visando o desenvolvimento de formatos narrativos multimédia aprofundados, suportados pelas potencialidades expressivas da World Wide Web.

 

Oferta Curricular

Duração: 3 semestres

Conheça o programa curricular detalhado.

 

Corpo Docente

António Granado, professor auxiliar na NOVA FCSH, é jornalista de ciência há mais de 25 anos. Foi jornalista, editor de ciência, subdiretor e chefe de redação do jornal Público e editor do Publico.pt. Foi também, entre 2011 e 2014, editor multimédia na RTP. Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade de Lisboa, tem um mestrado em Jornalismo de Ciência pela Boston University (EUA) e um Doutoramento em Ciências da Comunicação pela University of Leeds, Reino Unido.

Carla Baptista, professora auxiliar na NOVA FCSH, é licenciada em Ciências da Comunicação pela NOVA FCSH (1992), mestre em Estudos Africanos pelo ISCTE (1998) e Doutora em Ciências da Comunicação pela NOVA FCSH (2009). Iniciou a carreira de jornalista em 1995, no Diário de Notícias, tendo ganho diversas menções honrosas por reportagens aí publicadas. Passou a exercer Jornalismo em regime de free lance após 1998, colaborando com diversos órgãos de comunicação social. É argumentista de cinema, tendo escrito os argumentos de Fintar o Destino, Santa Liberdade, O Herói e Pele, além de várias curtas-metragens.

Paulo Nuno Vicente, professor auxiliar na NOVA FCSH, é jornalista e documentarista. Tem realizado diversos projetos no denominado “sul global”, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Chade, República Centro Africana, Brasil, Quénia, Senegal e África do Sul. É licenciado em Jornalismo pela Universidade de Coimbra e doutorado em Media Digitais pela NOVA FCSH. Tem lecionado também no Instituto Politécnico de Coimbra, no ISCTE e na Deutsche Welle Akademie.

Pedro Coelho é jornalista da SIC e professor auxiliar convidado na NOVA FCSH. Possui uma licenciatura em Comunicação Social, um mestrado e um doutoramento em Ciências da Comunicação pela NOVA FCSH. Os seus trabalhos jornalísticos valeram-lhe já diversos prémios, entre os quais o Grande Prémio AMI - Jornalismo contra a indiferença, em 2005, e a Medalha de Outro Direitos Humanos atribuída pela Assembleia da República, em 2006.

António José Teixeira é atualmente membro da Direção de Informação da RTP. Licenciado em Comunicação Social pela NOVA FCSH, iniciou a sua vida profissional na Rádio Altitude da Guarda, com passagem pelo Diário de Lisboa. Mais tarde foi diretor do Diário de Notícias, subdiretor do Jornal de Notícias e subdiretor da TSF. Foi ainda diretor da Licenciatura de Comunicação e Jornalismo da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias e assistente na NOVA FCSH.

Christiana Martins é jornalista de Economia no jornal Expresso desde 2000. Licenciada e mestre em Ciências da Comunicação pela NOVA FCSH, trabalhou entre 1995 e 2000 na secção de Economia do jornal Público. Venceu vários prémios na área do Jornalismo Económico e é autora do livro “30 anos de Jornalismo Económico em Portugal”, publicado em 2007.

Dora Santos Silva é licenciada em Ciências da Comunicação, mestre em Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias e doutorada em Media Digitais na NOVA FCSH. É autora do livro “Cultura e Jornalismo Cultural – Tendências e Desafios no contexto das indústrias culturais e criativas”. A título profissional, colaborou com diversas publicações culturais não só nacionais, mas também internacionais. O seu percurso incluiu o guionismo, o copywriting, a investigação e docência na área da língua portuguesa e da comunicação social.

 

Candidaturas | Número de vagas | Propinas

Para saber mais sobre estes tópicos consulte a página Editais de Candidatura.

 

Centros de Investigação

 

Estágios

O Mestrado em Jornalismo possui protocolos com a grande maioria dos órgãos de comunicação social portugueses, de forma a proporcionar aos seus alunos estágios curriculares no terceiro semestre.

 

Contactos

Núcleo de Mestrados

E-mail: mestrados@fcsh.unl.pt

Página no Facebook

 

Registo e Acreditações

  • Registo Direção-Geral do Ensino Superior: Ligação
  • Estado de acreditação pela A3ES: Acreditado
  • Período de acreditação: 6 anos
  • Data de publicação: 20-03-2015
  • Deliberação da A3ES: Ligação
  • RAA-A3ES

 

Ligações Úteis

Topo da Página