Acções do Documento

Antropologia | Políticas e Imagens da Cultura e Museologia

Apresentação

O programa é promovido conjuntamente pela NOVA FCSH e o ISCTE-IUL e, em articulação com três centros de investigação – CRIA-IUL, INET/NOVA FCSH e IELT/NOVA FCSH – com pesquisa consolidada nas áreas da antropologia, etnomusicologia e literaturas tradicionais.

 

Coordenadora

Professora Doutora Nélia Dias (ISCTE-IUL).

Informação detalhada

 

Destinatários e Objetivos

O Programa de Doutoramento FCT em Antropologia: Políticas e Imagens da Cultura e Museologia visa fornecer uma aproximação simultaneamente diversificada e crítica aos processos contemporâneos de produção e reprodução de formas culturais.

Centrado na pesquisa interdisciplinar sobre culturas expressivas, o programa aborda temas como o estudo do ritual e outras performances culturais, a articulação entre património natural e cultural, o papel dos museus e do turismo na objetificação da cultura, a circulação e reescalonamento de expressões culturais, a relação entre formas materiais e imateriais de expressão cultural, o estudo do ritual e outras performances culturais.

A par da incidência nas práticas culturais e no Património Cultural Imaterial em Portugal, o programa visa também outros contextos de pesquisa em três eixos geográficos: países do Mediterrâneo, Brasil e países africanos de língua oficial portuguesa.

O Programa visa formar investigadores e profissionais altamente qualificados, com particular foco no Património Cultura Imaterial, servir de fórum académico para a pesquisa e discussão crítica dos processos de patrimonialização e fornecer competências profissionais que permitam o desempenho de um papel ativo na sociedade.

 

Calendário e horário:

1.º semestre: 19/03/2018 a 31/06/2018

2.º semestre: 17/09/2018 a 14/12/2018

Horário pós-laboral das 18h00 às 22h30 (os seminários decorrerão nas instalações do ISCTE-IUL e da NOVA FCSH).

 

Número de Vagas

15 vagas

Informação detalhada no Edital de Candidatura

 

Candidaturas

(prazos, condições de acesso e critérios de seriação)

Informação detalhada no Edital de Candidatura

 

Bolsas de Doutoramento

8 bolsas FCT (4 bolsas nacionais e 4 bolsas mistas)

 

Candidaturas às Bolsas FCT

Os critérios de seriação dos candidatos às bolsas FCT são divulgados em Aviso de Abertura.

 

Plano de Estudos

O Programa de Doutoramento está organizado em 8 semestres: a parte letiva corresponde ao 1º ano do Programa (2 semestres) e totaliza 60 créditos (ECTS). Para completar o 1º ano do Programa, o estudante deve realizar 3 seminários obrigatórios (30 créditos - ECTS), 1 seminário de opção (10 créditos - ECTS) e um Trabalho final (20 créditos - ECTS).

Os seis restantes semestres serão dedicados aos seminários de acompanhamento, workshops e ciclo de conferências e à elaboração da tese de doutoramento (180 créditos - ECTS).

Unidades curriculares – 1.º ano

Problemáticas em Antropologia: Teorias da Cultura e Património – Maria Cardeira da Silva (NOVA FCSH)

O objetivo deste seminário é fornecer aos estudantes uma aproximação às teorias sobre cultura e património dotando-os dos instrumentos críticos para intervir nos debates contemporâneos sobre o tema. São sucessivamente abordados os seguintes tópicos: o desenvolvimento histórico do conceito de cultura; cultura e identidade; formas expressivas de cultura, música e literatura oral e tradicional; perspetivas críticas sobre o património; antropologia e patrimonialização; património cultural imaterial; práticas e atores do património cultura imaterial em diferentes contextos culturais.

 

Metodologias em Antropologia: Pesquisa em Património Cultural Imaterial - Amélia Frazão-Moreira (NOVA FCSH) e Brian O’Neill (ISCTE-IUL)

No seminário Metodologias em Antropologia será apresentada a metodologia etnográfica, considerando o seu percurso histórico e a sua problematização contemporânea, fomentado o entendimento das relações entre teoria e metodologia e promovido o domínio de diferentes procedimentos metodológicos (nomeadamente observação-participante, entrevistas e histórias de vida) na pesquisa de temáticas relativas ao património.

 

Políticas e Imagens da Cultura e Museologia - Nélia Dias (ISCTE-IUL)

A extensão das noções de património e de museu. A definição da UNESCO de Património Cultural Imaterial e suas implicações. A valorização da diversidade cultural e da diversidade de expressões culturais. As listas da UNESCO relativas ao património e a articulação entre património e listas. O património como fenómeno meta-cultural e a canonização do património. Patrimónios disputados, a memorialização da violência e as emoções patrimoniais. Os Critical Heritage Studies e a noção de authorized heritage discourse. O imperativo de preservar como fenómeno cultural: a preservação como valor. Património, propriedade intelectual/ material e questões éticas.

 

1 Seminário Opcional, a escolher entre os seminários disponíveis:

Ritual e Performance - Paulo Raposo (ISCTE-IUL)

Pretendemos promover o debate crítico em torno das recentes abordagens ao ritual e à performance decorrentes da transição do numinoso ao mercantil, da festividade ao espectacular, da obra etnográfica ao produto turístico, do "fazer ritual" ao "fazer patrimonial" e integrado na discussão genérica sobre Património Cultural Imaterial (PCI). Procuramos desenvolver competências para reflectir sobre o PCI a partir das implicações teóricas sobre os novos usos performativos e significados, formatos simbólicos, sobre processos de patrimonialização e turistificação, em distintas conjunturas e situações, com enfoque particular na antropologia.

 

Antropologia e Turismo - Maria Cardeira da Silva (NOVA FCSH)

Do turismo e da peregrinação. A produção e organização do lazer. Do turismo e da constituição de sujeitos modernos e das nações. Turismo, colonialismo e pós-colonialismo. Turismo e produção de etnicidades. Turismo e hospitalidade. Trânsitos e tráfegos de emoções: da contemplação às experiências multissensoriais. Turismo, antecipação e comunidades virtuais. Paradoxos do turismo e do desenvolvimento. Do turismo, da natureza, e da biodiversidade. O património como recurso e como atração.

 

Etnomusicologia - João Soeiro de Carvalho (INET/NOVA FCSH)

Ao concluir esta unidade curricular, os estudantes deverão: a) Encontrar-se familiarizados com os principais paradigmas teóricos e metodológicos atuais na Etnomusicologia, perspetivados a partir das principais correntes atuais nas Ciências Sociais e Humanas, com especial destaque para a Antropologia e os Estudos Culturais. b)Ser capazes de discutir questões epistemológicas, teóricas, metodológicas e éticas centrais para a investigação etnomusicológica. c) Ser capazes de analisar as publicações representativas dos principais paradigmas teóricos da disciplina, e conhecer as principais revistas internacionais da área. d) Ser capazes de enquadrar e discutir teórica e metodologicamente, no domínio da Etnomusicologia, um projeto de investigação situado nas modernas preocupações da disciplina.

 

Literatura Tradicional Oral - Teresa Araújo (IELT/NOVA FCSH)

O programa incide inicialmente sobre o problemático conceito de literatura oral e tradicional, bem como sobre a base etnográfica dos primeiros estudos sistemáticos de literatura. Concentra-se seguidamente na análise crítica de textos tradicionais poéticos e novelísticos, baseando-se em quadros teóricos e metodológicos adequados à abordagem do caráter regional e transnacional dos textos, da tensão arcaísmo-recriação da sua atualização e da funcionalidade específica dos géneros (conto, romance, provérbio). Termina abordando os requisitos da investigação de campo e os critérios da fixação dos textos nos vários suportes hoje disponíveis.

 

Trabalho final de projeto

 

2º, 3º e 4º Anos

Tese

Inclui participação em Seminários de acompanhamento e workshops, ciclos de conferências e preparação e redação da tese.

 

Propinas

Informação detalhada

 

Unidades de Investigação participantes

CRIA – Centro em Rede de Investigação em Antropologia (pólos NOVA FCSH e ISCTE-IUL)

IELT – Instituto de Estudos de Literatura e Tradição

INET-MD - Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança (pólo NOVA FCSH)

 

Colaborações no âmbito do Programa FCT:

Instituto de Ciencias del Patrimonio del Consejo Superior de Investigaciones Científicas

Labexmed – Maison Méditerranéenne des Sciences de l´Homme

Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO)

 

Comissão de avaliação externa do programa

Regina Bendix (Georg-August –Universität Göttingen)

Maria Laura Cavalcanti (Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ)

Anthony Seeger (University of California)

 

 

Contactos

ISCTE-IUL

Edifício Sedas Nunes (Edifício I), Sala 1W8

Telefone: (+351) 210 464 016

email: secretariado.ecsh@iscte.pt

Topo da Página