Acções do Documento

História

Área científica

História, Arqueologia, Arquivística Histórica

 

Palavras-chave

  • Pré-História;
  • História Antiga;
  • História Medieval;
  • História Moderna;
  • História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa;
  • História Contemporânea;
  • Arqueologia;
  • Arquivística Histórica.

 

Apresentação

O Ciclo de Estudos de Doutoramento em História proporciona um ensino de nível avançado no domínio da História e nas áreas da Arqueologia e da Arquivística Histórica, formando doutorados capazes de contribuir para o desenvolvimento do ensino, da investigação e da divulgação dessas áreas do saber no quadro nacional e internacional.

Este ciclo de estudos de doutoramento assenta

  • num corpo docente de qualidade e mérito reconhecidos em termos nacionais e internacionais;
  • num vasto conjunto de investigadores pertencentes às três Unidades de Investigação intimamente ligadas às atividades do Departamento de História e em outros investigadores agregados às restantes unidades de investigação da NOVA FCSH;
  • num ambiente inteletual de diversidade de saberes e de interdisciplinariedade efetiva proporcionadas pela inserção na NOVA FCSH (onde são ministrados mais de cinquenta cursos no campo das Ciências Sociais e das Humanidades) e pela interacção com as demais faculdades da NOVA;
  • num conjunto de intercâmbios internacionais estabelecidos pelo Departamento de História, pelas diversas Unidades de Investigação, pela NOVA FCSH e pela NOVA, com reflexos directos no leque de atividades ao nível da docência e da investigação científica no domínio da História.

O plano de estudos do Ciclo de Estudos de Doutoramento em História abarca oito diferentes especialidades:

  • Pré-História;
  • História Antiga;
  • História Medieval;
  • História Moderna;
  • História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa;
  • História Contemporânea;
  • Arqueologia;
  • Arquivística Histórica.

O programa tem como finalidade contribuir para a formação, num ambiente inteletualmente estimulante, de novas gerações de historiadores e arqueólogos capazes de formular novos problemas e de aplicar metodologias de análise adequadas ao seu objecto de estudo, tendo em vista a produção de um conhecimento socialmente relevante e plenamente integrado no quadro internacional. A riqueza do ensino e da investigação do Departamento de História e das Unidades de Investigação associadas reside na multiplicidade dos objectos históricos, na diversidade dos períodos, na pluralidade dos espaços geográficos analisados, e nas diferentes posturas epistemológicas dos seus docentes e investigadores. Tudo isto, no contexto de uma plena integração nas redes de científicas internacionais e num quadro de abertura às demais Ciências Sociais e Humanas, que a inserção na NOVA FCSH favorece, e às ciências da terra, biológicas e químicas, em especial por via da Arqueologia.

Sem descurar os campos da Arqueologia Pré-Clássica e Clássica, o Departamento de História e as suas Unidades de investigação são pioneiros no desenvolvimento de investigação e ensino de áreas como a Arqueologia Medieval, Moderna, Subaquática e Industrial. O doutoramento na área da Arqueologia proporciona formação em todos estes domínios do saber e nele é fundamental a complementaridade das fontes históricas e arqueológicas, tendo em vista construir um conhecimento integrado, complexo e relevante do passado. A NOVA FCSH e as suas Unidades de Investigação têm levado a cabo diversos projetos em Arqueologia que abarcam todas estas áreas do saber. Os arqueólogos e historiadores da Faculdade integram os mesmos centros de investigação, o que tem impulsionado sinergias que estimulam investigações inovadoras.

O doutoramento na área da Arquivística Histórica, igualmente inovador no quadro nacional, situa-se, em termos teóricos, entre a «archival science» contemporânea e a História, dando particular importância a questões de epistemologia das fontes, à transmissão e à constituição de corpora documentais, e, ainda, aos usos sociais da informação e do arquivo. As teses realizadas nesta área contemplam por norma a organização arquivística e a disponibilização dos acervos documentais estudados, no seu todo ou em parte. A formação doutoral é enquadrada numa das três unidades de investigação do Departamento, de acordo com a época histórica central do acervo a estudar. Nestas unidades têm decorrido, desde 2008, diferentes actividade relacionadas com a Arquivística Histórica, de escopo nacional e internacional, assegurando-se assim ao doutorando um ambiente de segura qualidade científica e de trabalho em equipa.

 

Objetivos

Através deste curso os doutorandos alcançam os seguintes objetivos e adquirem as seguintes competências nos domínios científicos do doutoramento:

  • capacidade de compreensão aprofundada dos problemas;
  • capacidade de analisar criticamente, avaliar e sintetizar ideias novas e complexas, em geral e em particular;
  • capacidade de aprofundar os conhecimentos teóricos e as práticas metodológicas indispensáveis ao desenvolvimento de uma investigação original e significativa;
  • capacidade de conceber, projetar, apresentar e realizar uma investigação original e significativa, passível de contribuir para o alargamento das fronteiras do conhecimento, respeitando as exigências impostas pelos padrões de qualidade e integridade académicas;
  • capacidade de comunicar sobre a área científica com os seus pares, a restante comunidade académica e a sociedade em geral, em termos nacionais e internacionais;
  • capacidade de promover e desenvolver aplicações, trabalhos e projetos de investigação originais, individuais ou em equipa;
  • capacidade de promover, em contexto académico e/ou profissional, o progresso social, cultural ou tecnológico.

 

Coordenação científica

Pedro Cardim

 

Regulamento

 

Plano de Estudos

O plano de estudos do Ciclo de Estudos de Doutoramento em História tem uma duração normal de oito semestres e oito percursos distintos, os quais correspondem às oito diferentes especialidades deste programa de doutoramento:

  • Pré-História;
  • História Antiga;
  • História Medieval;
  • História Moderna;
  • História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa;
  • História Contemporânea.
  • Arqueologia
  • Arquivística Histórica

O Ciclo de Estudos de Doutoramento em História estrutura-se em duas componentes:

  • o Curso de Doutoramento, a que correspondem 60 créditos;
  • a realização de uma Tese de Doutoramento, a que correspondem 180 créditos.

A conclusão do Curso de Doutoramento dá lugar à atribuição do Diploma de Estudos Avançados em História. A realização e a defesa, com êxito, da Tese de Doutoramento dão lugar à atribuição do Grau de Doutor em História.

Para concluir o Curso de Doutoramento, o estudante deve realizar 30 créditos no 1º Semestre e 30 créditos no 2º Semestre, dos quais:

  • 20 Créditos correspondem à realização de duas unidades curriculares obrigatórias de formação para a investigação cujas designações podem encontrar-se no plano de estudos que se segue.
  • 10 Créditos correspondem à realização de um Seminário de Especialidade adequado ao âmbito em que o estudante pretende realizar a sua tese de doutoramento.
  • 10 Créditos podem ser realizados em regime de opção livre, podendo o estudante escolher qualquer unidade curricular de formação doutoral oferecida pela NOVA FCSH, pela Universidade NOVA de Lisboa, ou por outras instituições do Ensino Superior nacionais ou estrangeiras, mediante acordo ou protocolo.
  • 20 Créditos contemplam uma unidade curricular obrigatória destinada à elaboração autónoma, sob supervisão e apoiada pelos seminários obrigatórios, de um Projeto de Investigação conducente à realização da Tese de Doutoramento, submetido a avaliação no fim do 2º semestre.

Tem acesso à fase de desenvolvimento da Tese de Doutoramento o estudante aprovado no Curso de Doutoramento. Para a realização da Tese de Doutoramento, o aluno deve efetuar autonomamente, sob supervisão, uma investigação original que desenvolva o Projeto de Investigação, com a duração normal de 6 semestres.

1º Semestre

Metodologias em História

10 ECTS

Problemáticas em História

10 ECTS

Opção Livre (neste âmbito os alunos podem também realizar um Seminário de Investigação em História, Arqueologia/Arquivística Histórica)

10 ECTS

Total

30 ECTS

2º Semestre

1 Seminário de Especialidade

10 ECTS

Trabalho Final de Curso

20 ECTS

Total

30 ECTS

3º ao 8º Semestre

Tese

180 ECTS

Total

240 ECTS

 

Candidaturas | Número de vagas | Propinas

Para saber mais sobre estes tópicos consulte a página Editais de Candidatura.

 

Centros de Investigação

IEM – Instituto de Estudos Medievais

CHAM – Centro de Humanidades

IHC – Instituto de História Contemporânea

 

Contactos

Secretariado – Departamento de História

Lurdes Morgado

E-mail: historia@fcsh.unl.pt

Telefone: 217 908 325

 

Ligações Úteis

Topo da Página