Acções do Documento

Cursos

ep.jpg

 

1.º Ciclo

Licenciatura em Estudos Portugueses

A estrutura da licenciatura em Estudos Portugueses é aquela que emergiu da aplicação do modelo de Bolonha. Existem três grandes áreas científicas: a dos Estudos Literários, a dos Estudos Clássicos e a dos Estudos de Cultura. O grau de licenciado requer que o aluno obtenha 180 créditos, distribuídos por unidades curriculares obrigatórias (120), opções condicionadas (30) e opções livres (30). Os alunos têm liberdade de comporem o seu próprio percurso académico, havendo no entanto um «percurso aconselhado» que contempla sobretudo a prioridade das disciplinas obrigatórias.

Percurso aconselhado

1.º Ano
1.º Semeste 2.º Semestre

Expressão e Argumentação

Linguística Geral

Latim I

Obras da Literatura Mundial

Cultura Portuguesa do Séc. XX

Literatura Portuguesa do Séc. XX

Gramática do Português

Latim II

Introdução aos Estudos Literários

Cultura Portuguesa do Séc. XIX

2.º Ano
3.º Semestre 4.º Semestre

Cultura Clássica Grega

Literatura Portuguesa do Séc. XIX

Culturas dos Países de Língua Portuguesa

Opção Condicionada

Opção Livre

Literatura Brasileira

Literatura Portuguesa dos Séc. XVII e XVIII

Cultura Clássica Latina

Opção Condicionada

Opção Livre

3.º Ano
5.º Semestre 6.º Semestre

Literatura Portuguesa Renascentista

Literaturas Africanas

Opção Condicionada

Opção Condicionada

Opção Livre

Literatura Medieval

Teoria da Literatura

Opção Condicionada

Opção Livre

Opção Livre

 

 

Minor em Estudos Portugueses

O Departamento de Estudos Portugueses oferece a possibilidade de sub-especialização aos alunos de outras licenciaturas da NOVA FCSH e de outras Unidades Orgânicas da Universidade NOVA de Lisboa através da realização de um minor composto de unidades curriculares que correspondem ao núcleo essencial da licenciatura em Estudos Portugueses.

 

2.º Ciclo

Mestrado em Estudos Portugueses

O mestrado de Estudos Portugueses foi recentemente reestruturado para permitir uma melhor articulação tanto com a licenciatura como com o doutoramento. Com novos seminários e unidades curriculares reformuladas, embora mantendo uma perspetiva de continuidade relativamente à licenciatura, procedeu-se a um claro fortalecimento da orientação de especialização científica, que se traduz no reforço da dimensão teórica, no predomínio de seminários temáticos e na prioridade ao trabalho de encaminhamento no sentido da investigação no âmbito dos Estudos Portugueses.

 

Mestrado em Português como Língua Segunda e Estrangeira

O Mestrado interdepartamental em EPLSE foi criado em 2002. O seu êxito advém do facto de apresentar uma grande diversidade curricular e um corpo docente  estável e qualificado.

A originalidade e caráter inovador da sua oferta letiva têm cativado candidatos de todas as proveniências, havendo a registar um número importante de estudantes originários de todos os continentes. A pesquisa que têm desenvolvido é assinalável, quer em número, quer em termos de escopo das dissertações apresentadas e defendidas até ao momento.

O curso tem um caráter teórico-prático, permitindo a pesquisa em domínios como Metodologia de PL2/PLE, Multiculturalismo, Textualidade e educação, Ensino à Distância, Produção de Materiais Didácticos, Culturas e Literaturas dos Países de Língua Portuguesa.

O acompanhamento dos alunos, durante e após o ciclo de estudos, permite constatar a efetiva disseminação desta formação, já que é significativa a percentagem de mestrandos colocados profissionalmente neste âmbito específico.

O Mestrado em EPLSE conta também com uma vasta rede de contactos e parcerias nacionais e internacionais, que possibilitam experiências académicas diversificadas e estágios curriculares nas áreas do curso. É um bom exemplo de uma formação adaptada aos atuais mercados educativos e culturais.

 

Mestrado em Edição de Texto

O Curso de 2.º Ciclo em Edição de Texto tem apresentado resultados assinaláveis no plano da procura dos estudantes, da relação entre os índices de entrada e conclusão do Mestrado, bem como da empregabilidade. Beneficia, para o efeito, de factores como a especialização e experiência do seu corpo docente na área editorial, a originalidade e adequação do seu plano curricular e as potencialidades de aplicação crítica e criativa do conhecimento, desenvolvidas especialmente na parte não letiva.

Os seus docentes, com curricula públicos no campo da investigação e da prática da edição, promovem e apoiam o percurso formativo e de pesquisa dos estudantes segundo um programa que incide, entre outros aspetos, sobre os modos de preparar um texto para a leitura, quer do ponto de vista histórico ou teórico, quer segundo critérios editoriais práticos. As suas perspetivas não se confinam ao suporte papel e à tradição filológica, mas prolongam-se na nova textualidade dos media digitais contemporâneos.

Ao nível da estrutura curricular, o Curso prevê seminários de aprofundamento nas áreas editorial e textual, bem como disciplinas de aprendizagem das técnicas de tratamento informático e edição eletrónica. A componente posterior à parte letiva decorre sob as formas de estágio, quer em editoras, quer na Biblioteca Nacional de Portugal, ou de trabalho de projecto ou ainda de dissertação na área do Mestrado.

 

Ensino do Português no 3º. Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário e de Latim no Ensino Secundário

O mestrado em Ensino do Português e das Línguas Clássicas ou de Língua Estrangeira insere-se no sistema de formação inicial de professores para o 3.º Ciclo do Ensino Básico e para o Ensino Secundário, contemplando diferentes áreas de especialização: Português/Línguas Clássicas, Português/Alemão, Português/Espanhol, Português/Francês. Beneficiando, no 1.º ano, de uma formação teórico-prática diversificada em Ciências da Educação e em Didática das Línguas, bidisciplinar no segundo caso, os mestrandos realizam, no ano seguinte, a Prática de Ensino Supervisionada (PES), com formadores qualificados, ao abrigo de protocolos de cooperação anualmente celebrados para o efeito. O 2.º ano integra ainda duas unidades curriculares de formação complementar no âmbito das Didáticas específicas, que constituem espaços privilegiados de revisão e aprofundamento do estado da arte, balizando desse modo o desenvolvimento da componente não letiva (estágio com relatório).

 

 

Ensino de Português no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário


Ensino de Português e de Língua Estrangeira no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário

  • Português/Alemão
  • Português/Espanhol
  • Português/Francês
  • Português/Inglês

3.º Ciclo

Doutoramento em Estudos Portugueses

A diversidade das áreas de especialização do Curso de 3.º Ciclo abrange os estudos sobre literatura em português, incluindo a tradicional, sobre a literatura comparada, o ensino da língua portuguesa, a história do livro e a crítica textual, os estudos clássicos, bem como os de cultura.

Para a investigação nestes campos, o plano curricular do doutoramento oferece seminários de aprofundamento teórico e metodológico em Estudos Portugueses e seminários de especialidade nas diferentes áreas, nos quais são abordadas problemáticas actuais segundo perspetivas que promovem a revisão de abordagens anteriores, estimulam a criação de novas aproximações e incentivam a definição de novos objetos de estudo.

Neste quadro teórico-crítico, o corpo docente assegura o apoio e acompanhamento da preparação do projeto de tese a apresentar e discutir pelos estudantes no final do primeiro ano curricular e o próprio desenvolvimento da tese de doutoramento. Com efeito, quer os professores, quer a estrutura de investigação da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas associada ao Curso, caracterizam-se por um nível de especialização que se encontra refletido, quer na produção científica que publicam em Portugal e em locais internacionais de referência, quer na avaliação dos projetos de investigação desenvolvidos, bem como dos próprios centros de investigação da NOVA FCSH envolvidos, realizadas pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e por outros organismos.

 

Pós-graduação

Pós-graduação em Artes da Escrita

O curso combina uma dimensão reflexiva e teórica sobre a escrita com uma intenção mais prática e produtiva. Oferece assim dois tipos de seminários: um conjunto mais concentrado no debate e na análise de textos e teorias, a par de outro com caráter mais oficinal, onde o treino da arte de escrever é primordial.

O objetivo da diversidade de oferta é permitir aos estudantes a aplicação original destes dois tipos de conhecimento, de preferência nos diferentes contextos da criação literária. Assim, o romance, o teatro, o ensaio, a escrita para cinema e televisão, a ficção breve ou a comédia formam alguns dos seminários curriculares regularmente assegurados pelo Curso. O corpo docente integra, além de professores da NOVA FCSH, docentes convidados com mérito reconhecido na sua área de criação literária.

Topo da Página