Acções do Documento

Investigação

ha.jpg

 

A par da docência, a investigação – pedra de toque da excelência do ensino e garantia do seu próprio futuro – constitui parte vital da atividade dos membros do Departamento de História da Arte e desenvolve-se maioritariamente através do IHA – Instituto de História da Arte, onde têm assento a maioria dos doutores que compõem a Comissão Científica do Departamento e ainda muitos outros investigadores convidados.

O Instituto de História da Arte (IHA), criado em 2001, é uma Unidade de Investigação da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa (FCSH/NOVA), financiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), em função da sua avaliação e classificação por um júri internacional. O IHA é atualmente a maior unidade de investigação em Portugal no domínio da História da Arte, integrando 42 investigadores com doutoramento, oriundos de diversas universidades e instituições culturais (museus e departamentos municipais de cultura) e investigadores de pós-doutoramento. Integra igualmente um elevado número de investigadores colaboradores e doutorandos. A investigação desenvolvida no IHA organiza-se em diversos grupos de trabalho, que atuam nas várias áreas: Artistic Horizons of Hispania, Art theory, Contemporary Art Studies, Lisbon Studies, Medieval and Early Modern Studies, Museum Studies.

A publicação de uma revista própria, o IHA edita a Revista de História da Arte, a mais importante revista da especialidade em Portugal, alojada nas plataformas Latindex, RCAAP e SCIELO) -, e com a colaboração de diversas editoras, tem publicado  dissertações de mestrado e teses de doutoramento, assim como a atas de conferências e colóquios, são o sinal mais visível do trabalho desenvolvido e a garantia da sua continuidade. Desde 2011, a Revista publica igualmente uma segunda série, disponível online.

A produtividade dos investigadores do IHA traduz-se ainda na participação em reuniões científicas em Portugal e no estrangeiro, na publicação em revistas e livros de divulgação nacional e internacional, bem como na participação em projetos de investigação financiados, alguns dos quais articulando diferentes instituições e países.

 

Projetos do IHA com financiamento da FCT integrados por docentes do Departamento ;

[Em curso]

-       Maria Raquel Henriques da Silva (Investigadora Responsável): Da cidade sacra à cidade laica. A extinção das ordens religiosas e as dinâmicas de transformação urbana na Lisboa do século XIX – PTDC/CPC-HAT/4703/2012 (maio de 2013 a maio de 2015) - http://institutodehistoriadaarte.wordpress.com/projectos-id/da-cidade-sacra-a-cidade-laica/

-       Pedro de Almeida Flor (Investigador Responsável): Robbiana. As esculturas Della Robbia em PortugalPTDC/HIS-HEC/116742/2010 - http://institutodehistoriadaarte.wordpress.com/projectos-id/robbiana/

-       Isabel Mayer Godinho Mendonça (Investigadora Responsável): A casa senhorial em Lisboa e no Rio de Janeiro (sécs. XVII, XVIII e XIX). Anatomia dos InterioresPTDC/EAT-HAT/112229/2009 (agosto de 2011 a julho de 2014) - http://institutodehistoriadaarte.wordpress.com/projectos-id/a-casa-senhorial-em-lisboa-e-no-rio-de-janeiro-secs-xvii-xviii-e-xix-anatomia-dos-interiores/

 

[Concluídos]

-       Maria Raquel Henriques da Silva (Investigadora Responsável): Fontes para a História dos Museus em Portugal – PTDC/EAT-MUS/101463/2008 (março de 2010 a março de 2013)

- Pedro de Almeida Flor (Investigador Responsável): Lisboa em azulejo antes do TerramotoPTDC/EAT-EAT/099160/2008

-       José Custódio Vieira da Silva (Investigador Responsável): Imago – POCTI/EAT/45922/2002 (setembro de 2005 a setembro de 2008)

 

A articulação do Departamento de História da Arte com o IHA traduz-se ainda na colaboração de investigadores de Pós-Doutoramento na docência, promovendo a abertura de Unidades Curriculares diretamente ligadas, nos seus conteúdos, às investigações em curso e às respetivas áreas de especialização.

 

Convidamos, assim, os estudantes dos diferentes ciclos de estudos a acompanhar a programação do IHA e a participar ativamente na assistência às diversas palestras, conferências e seminários que anualmente compõem o rico e qualificado programa de atividades do Instituto. Esta formação complementar permitir-lhes-á o acesso à mais recente investigação desenvolvida no domínio da História da Arte, o contacto com investigadores internacionais, o conhecimento do trabalho desenvolvido pelos docentes do Departamento e uma aproximação a múltiplas áreas de estudo, para além daquelas abordadas em contexto letivo.

Topo da Página