Acções do Documento

Colóquios

 

 

Ciclo de Conferências

Instituições, Cidadania & Desenvolvimento

Num  ano  considerado  pela  comunidade  internacional  como  decisivo  para  (re)pensar  o desenvolvimento,  pretende-se, neste ciclo, contribuir para o debate sobre o que deve ser uma estratégia de crescimento  sustentável e a promoção de uma boa sociedade.

O desenvolvimento é hoje pensado como um processo que não se reduz à dimensão do crescimento económico, implicando também a participação cidadã e a promoção  da justiça e do  bem‐estar social.

É sobre o trinómio crescimento económico, instituições e participação cívica que este ciclo de seminários se debruça, através da discussão quinzenal de temas concretos, que decorrerá entre os meses de abril e dezembro de 2014.

copy2_of_CartazFinal.png

Programa

Ver fotos

 

Organização:

Departamento de Sociologia

 


 

Nos Bastidores da Revolução

Organizada pela Associação de Estudantes da FCSH/NOVA (AEFCSH), a conferência intitulada Nos Bastidores da Revolução teve lugar no dia 24 de março.

Juntou militares do Exército, Marinha e Força Aérea que viveram e construíram a revolução, como o General Otelo Saraiva de Carvalho, o Comandante Ramiro Soares Rodrigues e o Coronel Nuno Santos Silva, e trouxe à FCSH/NOVA uma oportunidade privilegiada para ouvir, na primeira pessoa, histórias, estratégias e pormenores que antecederam a Revolução dos Cravos.

Foi também inaugurada a exposição "40 anos de Liberdade", que esteve patente nos pisos 0 e 1 da Torre B, durante o mês de abril.

Para além destas iniciativas, a AEFCSH promoveu o concurso literário "Movimento Estudantil no Processo Revolucionário do 25 de abril", que teve como objetivo incentivar a  criatividade e espírito crítico sob a forma de narrativa, dando oportunidade de reconhecer os talentos no seio da comunidade estudantil, apelando à participação na comemoração do 25 de abril e valorizando, assim, a importância do movimento estudantil em Portugal.

Para mais informações consulte o regulamento aqui.

fotoOtelo.jpg

Ver fotos

 

Organização:

AEFCSH - Associação de Estudantes da FCSH/NOVA

Parceria: Associação 25 de Abril

 


 

40 Anos do 25 abril na Antropologia

Nos dias 25 e 26 de março, o Departamento de Antropologia da FCSH/NOVA assinalou o 40.º aniversário do 25 de Abril com o Colóquio “40 Anos do 25 abril na Antropologia” que teve lugar na Cinemateca Portuguesa e no campus da Faculdade.

O colóquio teve como objetivos principais:

- Debater a contribuição da antropologia portuguesa para o conhecimento deste período a partir das etnografias realizadas sobre o processo revolucionário;

- Balanço do percurso da disciplina nos últimos 40 anos e identificação dos principais temas e debates da antropologia contemporânea a partir da investigação realizada por investigadores no âmbito da Faculdade.

Facebook do colóquio

Ver vídeo

Programa

Cartaz

Notícia


cartaz25deabrilfinal.jpg

Organização:

Departamento Antropologia

 


 

How April 25 Made the Global Wave of Democratization Possible

Inserida no programa comemorativo dos 40 anos de democracia da FCSH/NOVA, a palestra “How April 25 Made the Third Wave of Democratization Possible”, proferida a 24 de abril por Robert Fishman, especialista norte--americano em Ciência Política, comparou o 25 de abril de 1974 com outras duas revoluções suas contemporâneas: a do Chile e a primavera de Praga.

Robert Fishman apresentou igualmente resultados de estudos sobre a influência que Portugal teve nos processos subsequentes de democratização no mundo, as chamadas terceira e quarta vagas de democracias.

Robert Fishman, da Universidade de Notre Dame (EUA) e investigador do Kellogg Institute of International Studies, é um dos principais especialistas norte-americanos em Espanha e Portugal. Anteriormente professor na Universidade de Harvard, Robert Fishman estará em Portugal para a realização de entrevistas e trabalho de campo para o livro que está a escrever sobre a revolução portuguesa.

 

Notícia

Organização:

Departamento Estudos Políticos

 



Jornadas «As Mais das Vozes... : Fazer-se Ouvir no Antigo Regime»

No âmbito das comemorações do 40º aniversário do 25 de abril, assinaladas pela FCSH/NOVA, o CHAM promoveu a jornada sobre os mecanismos de decisão e a participação dos vários coletivos presentes na realidade do Antigo Regime nos diferentes espaços de representação política e social.

O objetivo principal do evento foi a reflexão em torno das experiências políticas e sociais do passado e do modo como estas podem contribuir para pensar os desafios da democracia na atualidade.

A palestra decorreu no dia 4 de junho de 2014, no Auditório 1 da FCSH/NOVA.

 

Programa

Cartaz

IMG_0319.JPG

 

Organização:

CHAM - Centro de História d'Aquém e d'Além-Mar

 


 

A Receção jornalística e literária da Revolução dos Cravos fora de portas: ecos de abril na República Federal da Alemanha, na Bélgica e em França

 

No ano em que se comemora o 40º aniversário da revolução de abril, é de toda a pertinência recordar as reações ocorridas um pouco por toda a Europa naquele ano de 1974.  O carácter essencialmente pacífico da sublevação militar e a espontaneidade da adesão popular aos ideais revolucionários acordaram uma onda de simpatia no plano internacional.

Durante vários meses, a Revolução dos Cravos foi notícia nas primeiras páginas dos jornais e tema de reportagens do mais diverso cariz..  A abordagem que a imprensa e a literatura europeias, nomeadamente alemã, francesa e belga, fizeram da Revolução dos Cravos, é do que se pretende dar testemunho nesta sessão.

Dia 5 de novembro, Auditório 1 da Torre B, das 14h às 17h.

Texto completo

Veja as comunicações de Margarida Reffóios, Gabriela Fragoso e Christina Dechamps

IMG_1699.JPG

 

Organização:

Departamento de Línguas, Culturas e Literaturas Modernas

Topo da Página