Eventos
Maio
« Maio 2017 »
Do
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
 
Acções do Documento

Apresentação do livro: "Prisioneiros Portugueses da Primeira Guerra Mundial"

O quê
  • cultural
Quando 2017-03-22
de 18:30 até 19:30
Onde FNAC Chiado
Nome do Contacto
Adicionar evento ao calendário vCal
iCal

Organização: Edições Saída de Emergência

Orador: Fernando Rosas (IHC-FCSH/NOVA)

 

Fernando Rosas será o responsável pela apresentação do primeiro livro de Maria José Oliveira, investigadora do Instituto de História Contemporânea, intitulado "Prisioneiros Portugueses da Primeira Guerra Mundial - Frente Europeia - 1917/1918" e lançado no passado dia 10 pelas Edições Saída de Emergência.

Sobre a autora: Mª José Oliveira nasceu na Figueira da Foz. É licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Jornalismo do Porto, mestre em História Contemporânea e aluna de doutoramento em História Contemporânea na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Foi jornalista no Público (1996-2012) e colaboradora da revista Visão História (2012-2015). Coordenou a equipa de jornalistas que trabalhou para o filme As Mil e Uma Noites, de Miguel Gomes (2013-2014) e fez assistência de investigação para as duas temporadas da série documental História a História (2014-2016).
É jornalista freelance e investigadora integrada do Instituto de História Contemporânea.

Sinopse: Na historiografia nacional e internacional sobre a Primeira Guerra Mundial, a história dos prisioneiros de guerra continua a ocupar um lugar ensombrado. A publicação de documentação inédita, entre a qual correspondência censurada, e a evocação dos dias de cárcere destes homens procuram dissipar essa sombra, atribuindo-lhes a justiça possível: a memória.
Entre 1917 e 1918, mais de 50 mil homens partiram para as trincheiras da Frente Ocidental. A maioria nunca saíra das suas aldeias e vilas. Morreram milhares; outros tantos foram feitos prisioneiros e enclausurados em campos de internamento e de trabalhos forçados na Alemanha, França, Bélgica e Polónia. Morreram 260 expedicionários portugueses nesses cativeiros – o número resulta de uma nova contagem feita a partir do cruzamento de fundos documentais, publicando-se aqui a lista dos mortos, juntamente com informações biográficas e militares.

 

Entrada livre.

Mais informação sobre este evento…

Topo da Página
classificado em: