Acções do Documento

Conferência Internacional “The Medieval Chronicle”

De 10 e 14 de julho – Docentes e investigadores juntam-se no único evento mundial integralmente dedicado ao estudo das crónicas medievais.

As crónicas medievais e as fronteiras entre história e literatura, as suas funções pragmáticas e formas, significados e o modo como representam o passado são alguns dos tema de trabalho da Conferência Internacional “The Medieval Chronicle”, a realizar de 10 a 14 de julho na FCSH/NOVA. A organização cabe, entre outros, ao Instituto de Estudos de Literatura e Tradição (IELT) e ao Instituto de Estudos Medievais (IEM).

A conferência enquadra-se nas atividades da The Medieval Chronicle Society (MCS), uma organização internacional e interdisciplinar, fundada para aproximar investigadores com interesse em crónicas medievais. Esta sociedade deu os seus primeiros passos em 1999 com um conjunto de conferências em Utrecht. Mais tarde, dada a grande afluência que tiveram, as conferências começaram a ser organizadas noutras partes do mundo, para além da Holanda, nomeadamente em Inglaterra, Irlanda do Norte e Hungria. Lisboa é a anfitriã de 2017. Realizando-se de três em três anos, este é o único evento, a nível mundial, integralmente dedicado ao estudo das crónicas medievais, contemplando abordagens desde pontos de vista múltiplos, como a História, a Literatura e a História da Arte.

As questões em debate giram em torno de problemáticas diversas e multidisciplinares como: as fronteiras entre história e literatura, a(s) função(ões) mais pragmáticas das crónicas, a forma que estes textos podem revestir e respetivos significados, o modo como representam (ou constroem...) o passado, ou ainda como arte e texto coexistem e interagem nas crónicas.

Pretende-se que esta conferência seja um ponto de encontro para estudiosos e interessados na temática da crónica medieval (em termos históricos, literários e artísticos), sendo anunciados descobertas e projetos, apresentadas novas metodologias e discutidas perspetivas de pesquisa colaborativa. Apesar de se tratar de um encontro altamente especializado e único, as suas portas estão abertas a todos os que têm interesse pelas obras e pelos temas em análise.

As conferências plenárias estarão a cargo de Georges Martin (Université Paris-Sorbonne), Hermengildo Fernandes (Universidade de Lisboa), Inés Fernández-Ordóñez (Universidad Autónoma de Madrid), José Carlos Miranda (Universidade do Porto) e Maria do Rosário Ferreira (Universidade de Coimbra). Durante o encontro decorrerão várias sessão paralelas e mesas redondas, que reunirão investigadores de origens muito diversificadas, da Rússia a Chipre, dos Estados Unidos à República Checa, passando por Espanha, Itália, França, Bélgica, Áustria, Reino Unido, Suécia, Turquia, Irão e, naturalmente, Portugal.

Informações adicionais

2017-07-04 11:15
Topo da Página
classificado em: