Acções do Documento

Prémio de Jornalismo Económico 2017

Candidaturas até 3 de maio - Excelência dos trabalhos jornalísticos na área da economia volta a ser distinguida pelo PJE. A iniciativa é da Universidade NOVA e do Santander Totta.

“Gestão de Empresas e Negócios”, “Mercados Financeiros” e “Sustentabilidade e Inovação Empresarial” são as três áreas a distinguir pela 11.ª edição do Prémio de Jornalismo Económico (PJE). A iniciativa, que resulta da organização conjunta do Santander Totta e da Universidade NOVA, visa premiar a excelência de trabalhos jornalísticos na área da economia publicados em Portugal.

Podem concorrer todos os jornalistas que tenham publicado trabalhos na comunicação social, impressa ou eletrónica, entre os dias 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2016 nas três áreas acima referidas. As candidaturas decorrem até 3 de maio de 2017 através de inscrição no website do Prémio, enviando a documentação necessária, no espaço de cinco dias úteis, para o endereço premioje@fcsh.unl.pt.

O melhor trabalho concorrente às três áreas receberá o “Grande Prémio”, com um valor pecuniário de 10.000 euros, sendo igualmente o vencedor da correspondente área a que se candidatou. Os outros prémios, cada um com o montante de 5.000 euros, distinguem o melhor artigo das respetivas áreas.

Os trabalhos são avaliados por um júri composto por personalidades de reconhecido mérito ligadas ao Jornalismo, Finanças, Sustentabilidade e Gestão: Francisco Caramelo (Diretor da FCSH/NOVA), António Granado (FCSH/NOVA), José Albuquerque Tavares (NOVA SBE), Paulo Pinho (NOVA SBE), Helena Garrido, Sérgio Figueiredo e Conceição Zagalo.

O Presidente e Vice-Presidente do Prémio são, respetivamente, António Bensabat Rendas, Reitor da Universidade NOVA de Lisboa, e António Vieira Monteiro, Presidente da Comissão Executiva do Santander Totta.

Todas as informações relativas ao Prémio de Jornalismo Económico podem ser consultadas em http://www.pje.universia.pt

Conheça os vencedores da última edição

2017-04-10 11:40
Topo da Página