Acções do Documento

Eurovisão em debate na NOVA FCSH

Primeira sessão da conferência internacional 'Eurovisions', a 17 de fevereiro, aprofunda a reflexão sobre o Festival da Canção e o Festival Eurovisão da Canção.

'Eurovisions: Perspectives from the Social Sciences, Humanities and Arts' é a conferência internacional que, durante o dia 17 de fevereiro vai iniciar, na NOVA FCSH, o debate sobre o Festival Eurovisão da Canção (ESC) e o Festival da Canção (FC). A este primeiro evento juntar-se-ão duas sessões, já em plena semana eurovisiva, de 7 a 9 de maio, no bar Lust in Rio.

O Festival Eurovisão, com centenas de milhões de espectadores em todo o mundo, tem vindo a ser alvo de abundante investigação no âmbito académico. No entanto, o Festival da Canção só agora começa a ser explorado, num trabalho, com financiamento da Fundação para a Ciência e Tecnologia, que começa agora a decorrer no Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md).

Debate em dois momentos

A conferência, dividida em duas partes, quer proporcionar dois espaços de reflexão acerca destes dois eventos. Numa primeira fase, que decorre no Auditório 1 da Torre B na NOVA FCSH a 17 de fevereiro, e que conta maioritariamente com investigadores nacionais, serão lançadas as bases académicas para contextualizar cientificamente o Festival RTP da Canção, que este ano se inicia a 25 de fevereiro.

De acordo com o INET-md, a segunda parte do evento, entre 7 e 9 de maio, contará "com cerca de duas dezenas de investigadores das mais prestigiadas universidades europeias, com trabalho publicado e reconhecido acerca do Festival Eurovisão da Canção".

As duas sessões vão contar ainda com a presença da RTP e da União Europeia de Radiodifusão (UER), enquanto organizadoras dos dois eventos. Segundo a organização, as duas entidades permitirão que sejam também discutidas "as perspetivas daqueles que operacionalizam os eventos".

Músicos, autores, produtores musicais e jornalistas também estarão incluído nos painéis e mesas redondas, de modo a contribuírem com "a visão dos insiders nos processos criativos e mediáticos".

O evento, com entrada livre e dirigido ao público em geral, conta com organização do Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), uma das unidades de investigação da NOVA FCSH, e da secção portuguesa da Organização Geral de Apoio à Eurovisão (OGAE Portugal), com o apoio do jornalista e investigador alemão Irving Wolther.

Portugal recebe este ano, pela primeira vez na história, o Eurofestival. Salvador Sobral, com a canção 'Amar Pelos Dois', conquistou a maior vitória de sempre desde que o concurso foi iniciado, em 1956.


Veja aqui o programa completo da sessão de 17 de fevereiro.

2018-02-06 15:30
Topo da Página