Acções do Documento

Novo laboratório estuda emoções e moralidade

Sara Silva, investigadora da NOVA FCSH, lança em abril um projeto para estudar como o desempenho, a produtividade e o julgamento de situações e pessoas mudam conforme dinâmicas sociais.

Explorar o impacto que as emoções e a moral têm na nossa identidade, comportamento e capacidade de tomar decisões, a nível individual e em grupo, é o objetivo da criação do EMOLABS, um projeto de Sara Silva. A iniciativa da investigadora do Instituto de Estudos de Literatura e Tradição (IELT) será lançada em abril deste ano e já conta com os apoios da BITalino e do Brainanswer.

A criação do EMOLABS é inspirada no trabalho regular da investigadora em centros europeus e americanos no âmbito destes temas, nomeadamente o Centro para Co-evolução da Biologia e Cultura (Universidade de Durham, Reino Unido); Centro de História das Emoções do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano (Berlim, Alemanha) e o Centro de Pós-Graduação da City University of New York (CUNY, Estados Unidos).

O EMOLABS conta com consultores de renome em várias áreas, desde a psicologia experimental, história, filosofia, antropologia, engenharia, inteligência artificial, estudos de performance e teatro, entre outros. Além de uma vertente de investigação sólida, pretende ajudar a resolver problemas reais de cooperação, resolução de conflitos, ansiedade ou de outra ordem, através de workshops específicos.

O laboratório encontra-se agora na fase de captação de mais parcerias, ao mesmo tempo que procura um espaço sede e financiamento para a aquisição de equipamentos.

Conheça a investigação de Sara Silva

Leia a coluna de opinião no Público

2019-02-07 11:55
Topo da Página