Acções do Documento

Elisabete Caramelo mostra "como se trabalha a comunicação por dentro"

A Diretora de Comunicação da Fundação Calouste Gulbenkian é a sexta convidada do ciclo 40 Anos, 40 Masterclasses.

Elisabete Caramelo, antiga aluna do curso de Ciências da Comunicação da NOVA FCSH, está de regresso esta quinta-feira (5) às 18h00, no Auditório 1, a masterclass A vertigem da comunicação – dos afetos ao storytelling, acerca "da evolução da comunicação e da comunicação institucional".

A atual diretora de comunicação da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) detalhou, em declarações ao site da Faculdade, que irá falar acerca da sua experiência, quer "em órgãos de comunicação social", quer "na comunicação dita institucional".

"Hoje há mais desafios na comunicação e à sua eficácia, pela complexidade", afirma a convidada do ciclo 40 Anos, 40 Masterclasses. Esta aula aberta tem interesse para todos os que estudam Comunicação, "porque tem a ver com a forma como se trabalha a comunicação por dentro, como se pode aplicar o que se aprende na Faculdade, e como funciona o mundo laboral".

Elisabete Caramelo, licenciada pela NOVA FCSH, foi jornalista durante 11 anos. Iniciou a sua carreira na Agência Noticiosa Portuguesa (ANOP), a atual Agência Lusa. Colaborou com vários jornais, revistas e televisão, no entanto foi a rádio que lhe marcou o percurso, quando fez parte da equipa inaugural da TSF, onde chegou a editora-chefe e de onde saiu, em 1996, para ser consultora para a Comunicação Social do Presidente da República Jorge Sampaio.

2018-04-04 16:55
Topo da Página
classificado em: