Acções do Documento

Equipa da NOVA FCSH pede ajuda para mergulhar na história

Alunos, docentes e investigadores apelam à comunidade para votar no financiamento de um projeto para realizar uma carta arqueológica subaquática da costa alentejana.

“Um mergulho na história” é o nome do projeto com o qual arqueólogos do Instituto de Arqueologia e Paleociências, centro de investigação da NOVA FCSH, pretendem captar um financiamento de 300 mil euros, obtidos ao abrigo do programa Orçamento Participativo Portugal. O propósito é o de “desenvolver uma carta arqueológica subaquática integrada da costa do Alentejo Litoral, com o registo de naufrágios por regiões, com análise crítica, com os sítios inventariados a serem analisados e catalogados em relação à sua relevância, estabilidade, ameaças, custos de monitorização, registo ou intervenção”, clarifica o website da iniciativa.

Para votar na opção #466, forma como foi catalogada a proposta, basta aceder a este link e, com o cartão de cidadão em mãos, introduzir o seu número na página, não esquecendo os 4 dígitos de controlo. O prazo para a votação termina já no dia 30 de setembro.

Caso o financiamento seja obtido, o valor permitirá “utilizar veículos autónomos subaquáticos, de inovadora tecnologia portuguesa, para encontrar e resgatar das profundezas (…) vestígios até agora esquecidos”, escreve a equipa constituída por “arqueólogos subaquáticos, historiadores, engenheiros, biólogos, estudantes e voluntários com vasta experiência na deteção, escavação e divulgação de naufrágios históricos”. O objetivo último é promover “uma investigação científica rigorosa que localize e coloque esses naufrágios perdidos ao alcance de todos nós, cidadãos”, explicam.

2018-09-27 16:30
Topo da Página
classificado em: