Acções do Documento

FCSH/NOVA celebra protocolo de colaboração com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova

Acordo visa estudar, divulgar e promover a história da antiga cidade de Idanha-a-Velha e do seu território entre os séculos I e XII.

No dia 8 de junho, foi assinado na antiga Sé da Idanha-a-Velha um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal da Idanha-a-Nova, a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa e a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. As faculdades estiveram representadas pelos Diretores, respetivamente, Francisco Caramelo e José Pedro Paiva e a Câmara Municipal pelo Presidente, Armindo Jacinto.

O protocolo tem por objetivo estudar, salvaguardar, divulgar e promover a história da antiga cidade e do seu território entre os séculos I e XII. A atual aldeia de Idanha-a-Velha foi, em época romana, uma importante cidade da qual restam significativas construções, das quais se destacam o templo do fórum (sobre o qual se ergueu a Torre Templária). Em época sueva e visigoda, a cidade foi promovida a sede de diocese, absorvendo na sua administração um território mais vasto.

Esta aldeia histórica, classificada como Monumento Nacional desde 1997, é um dos sítios mais emblemáticos da arqueologia portuguesa, continuando em grande medida por descobrir.

Face à sua importância e potencial de valorização deste território fronteiriço, as duas universidades e o Município apresentaram à aprovação da tutela do património o projeto de investigação intitulado IGAEDIS que tem início com a assinatura deste protocolo.

2017-06-08 12:20
Topo da Página