Acções do Documento

Há um roteiro para descobrir como se formou o bairro de Campo de Ourique

Um dos mais emblemáticos bairros da cidade, numa visita que revela todos os seus primeiros segredos. A organização é do FCSH +Lisboa.

O projeto FCSH +Lisboa dinamiza, este sábado (21), um roteiro para ficar a conhecer de forma diferente o bairro de Campo de Ourique.

Susana Maia e Silva, historiadora de arte e antiga aluna da NOVA FCSH, será a responsável por esta visita a um bairro que considera destacar-se "por uma identidade única, resumida na conhecida expressão 'uma aldeia dentro da cidade'".

Esta viagem pelos recantos e mistérios do bairro, cuja criação se iniciou em 1878, demonstrará os motivos pelos quais foi um dos primeiros projetos levados a cabo para o melhoramento urbanístico da cidade, levado a cabo pela Câmara Municipal de Lisboa.

"Vale a pena vir a Campo de Ourique... passear nas suas ruas, conhecer as razões pelas quais o bairro foi criado, quem foram os principais intervenientes na sua fundação, conhecer o modo singular como foi concretizado ao longo de oitenta anos, até ficar completamente concluído", resume Susana Maia e Silva, em jeito de convite.

Esta visita, limitada a 25 inscrições, tem como principal fim "dar a conhecer a identidade única que distingue Campo de Ourique de outros bairros da cidade". Todos os que queiram inscrever-se para participar neste roteiro gratuito podem fazê-lo enviando uma mensagem privada para a página oficial do FCSH +Lisboa, ou remetendo uma mensagem para maislisboa@fcsh.unl.pt.

2018-04-17 20:35
Topo da Página
classificado em: