Acções do Documento

"Livro dos Contrastes. Guerra e Política"

20 de abril - António Horta Fernandes, docente do Departamento de Estudos Políticos, lança a sua última publicação na Faculdade.

Pedro Tavares de Almeida (FCSH/NOVA) e Hermenegildo Fernandes (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa) realizam, no dia 20 de abril às 18h na Sala Multiusos 2, a apresentação da obra "Livro dos Contrastes. Guerra e Política". O autor é António Horta Fernandes, docente do Departamento de Estudos Políticos da FCSH/NOVA.

Texto na contracapa

A guerra, a despeito de ser um fenómeno singular, ainda hoje continua a ser uma realidade política. Para a maioria das pessoas, incluindo um número muito significativo de especialista nesta área, este é um facto tão óbvio quanto incontestado, que parece mergulhar na noite dos tempos. António Horta Fernandes mostra neste livro ser essa uma presunção profundamente equivocada.

Para o autor, se é verdade que a guerra foi sempre levada a cabo pela política e pelos políticos, durante séculos a fio nunca foi considerada uma realidade política. A guerra era praticada para esconjurar, a desordem, o mal e o que demais se tomasse por negativo, servindo os propósitos políticos, mas não era considerada uma ação política por direito próprio.

A verdadeira atividade política estava exclusivamente assente na paz. Paz e guerra eram dois mundos, duas razões de ser distintas apartadas de raiz. Apenas a partir da Idade Moderna, com o surgimento do Estado soberano, foi a guerra integrada na política e a sua relação com a paz passou a ser uma questão de cálculo pragmático em torno do equilíbrio pelo poder e da luta pelo poder na cena internacional.

Todavia, como a guerra é um fenómeno ultimamente incontrolável, até para as soberanias, segundo António Horta Fernandes urge voltar a separar guerra e política, propondo o autor um novo modelo político não só para apartar de vez guerra e política como para criar condições ao desenraizamento da guerra da vida dos povos.

António Horta Fernandes é docente do Departamento de Estudos Políticos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Um dos mais eminentes estrategistas da actualidade, publicou Acolher ou Vencer? A guerra e a estratégia na actualidade (2011), Grandes Estratégias Portugueses. Antologia (com António Paulo Duarte) (2007), Entre a História e a Vida. A teoria da história em Ortega y Gasset (2006), Pensar a Estratégia (com Francisco Abreu) (2004), Portugal e o Equilíbrio Peninsular (com António Paulo Duarte) (2ªed. 2004) e O Homo Strategicus ou a Ilusão de uma Razão Estratégica (1998).

2017-04-10 14:25
Topo da Página
classificado em: