Acções do Documento

O que é uma criança?

Colóquio "Representações da Infância: dinâmicas e transversalidades" debate interpretações históricas e antropológicas do conceito de criança. Dia 29, no Auditório 1 na NOVA FCSH.

Na visão de um europeu ocidental, o conceito de “criança” está solidificado pela cultura vigente. Porém, pensando nessa mesma palavra e na sua transformação ao longo dos tempos e culturas, podemos mais facilmente entender que, na verdade, se trata de algo sujeito a uma mutação no seu entendimento, variável consoante as épocas ou contextos socioculturais humanos.

O colóquio "Representações da Infância: dinâmicas e transversalidades", organizado pelo Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA) e pelo Instituto de Estudos Medievais (IEM) reúne, a partir do 8 de junho, uma série de especialistas na abordagem a esta questão.

Segundo Francisca Cardoso, responsável pela organização do evento, “a definição de criança tem várias possibilidades de interpretação, cada uma delas com referencia específica a uma cronologia e cultura, e impacto, na forma como estudos associados à infância têm sido desenvolvidos”. Nessa perspetiva, “falar de infância em contextos do passado é algo completamente diferente do pensar na infância em contextos atuais e o impacto em termos sociais e culturais é também ele diferente", assegura.

O evento, que se realiza a partir das 10h no Auditório 1, tem um custo e uma inscrição obrigatória.

Informações adicionais podem ser solicitadas para o endereço bioarq.infancia@fcsh.unl.pt

Consulte o programa

 

2018-06-05 09:50
Topo da Página
classificado em: ,