Acções do Documento

Stephan Dahl: “Os investigadores subestimam a complexidade do comportamento tribal nas redes sociais”

Os desafios éticos da investigação em redes sociais dominam conferência inaugural da Cátedra Santander, que decorre a 1 de março.

“As redes sociais têm o poder de ativar comportamentos bons e maus”, afirma Stephan Dahl, especialista em marketing digital e social e professor da Hull University Business School, no Reino Unido, e na Universidade James Cook, na Austrália.

Recém-chegado a Lisboa e à NOVA FCSH, Stephan Dahl foi distinguido com a Cátedra Santander de Ciências Sociais e Humanas, por proposta de Ana Margarida Barreto, docente do Departamento de Ciências da Comunicação.

A conferência inaugural, agendada para 1 de março, às 18h, no auditório 1, aborda o impacto que as redes sociais têm no comportamento pró-social e nos valores que percecionamos nos outros. “O que vemos nas redes sociais influencia o nosso comportamento e isso pode ser aproveitado pelos social marketers para envolver diferentes públicos e levar a mudanças no comportamento”, explica.

Escolher o método de investigação mais adequado ao estudo dos social media neste âmbito não é um desafio simples. Por um lado, a abordagem quantitativa pode cair na armadilha de generalizar comportamentos a partir de uma amostra: “Os investigadores subestimam a complexidade do comportamento tribal nas redes sociais”, exemplifica Dahl. Por outro, uma abordagem qualitativa lida com problemas éticos relacionados com a confidencialidade e permissões de acesso.

Além da conferência inaugural, Stephan Dahl irá dinamizar durante este semestre três ações de formação dirigidas a estudantes de doutoramento interessados em métodos de investigação associados às redes sociais, a profissionais que queiram potenciar o uso das redes sociais nos planos de marketing e a Organizações Não Governamentais que queiram integrar as redes sociais na sua comunicação estratégica.

A Cátedra Santander de Ciências Sociais e Humanas, instituída em 2015 na sequência do protocolo estabelecido entre a NOVA FCSH e o Santander Totta, tem como objetivo atrair para a Faculdade individualidades de reconhecido mérito científico. A Cátedra é atribuída a uma individualidade com reconhecimento internacional no domínio das Ciências Sociais e Humanidades, que é contratado pela Faculdade, durante um semestre a um ano letivo, na qualidade de Professor Catedrático Convidado, para apoiar a instituição no seu esforço de internacionalização e estabelecimento de parcerias com outras entidades.

2018-02-22 15:05
Topo da Página
classificado em: