Acções do Documento

Vitorino Magalhães Godinho. Um itinerário sem ilusões nem desistência

Na sequência de uma doação à biblioteca feita pela sua família, no dia 3 de dezembro, pelas 17h30, é atribuído o nome de Vitorino Magalhães Godinho ao Centro de Documentação I&D.

No ano em que se comemoram os 40 anos da NOVA FCSH e o centenário do nascimento de Vitorino Magalhães Godinho, assinala-se a ocasião com um conjunto de iniciativas que pretendem reconstruir a memória de um dos seus mais distintos professores, do seu contributo para a fundação da Faculdade e da NOVA, bem como para a valorização do legado científico e cultural com que se identificam sucessivas gerações de professores e investigadores.

No dia 3 de dezembro, pelas 17h30, é atribuído o nome de Vitorino Magalhães Godinho ao Centro de Documentação I&D na sequência da doação da sua biblioteca pessoal feita pela família à Faculdade. Paralelamente é inaugurada a exposição “Vitorino Magalhães Godinho, 1918-2011. Um itinerário sem ilusões nem desistência” - uma exposição evocativa da sua vida e da sua obra que se repartirá entre a mostra das suas publicações e uma visita guiada à sua carreira, que estará em exibição no R/C da Torre B e no Piso 1 do Edifício I&D até ao final do mês de janeiro.

A acompanhar a exposição é lançado o respetivo catálogo que não se pretende que seja um mero repositório dos materiais coligidos e expostos. Vai muito além desse acervo que em parte já era do domínio público, trazendo novos materiais que permaneciam inéditos no seu espólio.

2018-11-29 14:53
Topo da Página