Acções do Documento

"Viver no Parque das Nações: espaços, consumos, identidades”

22 de abril – CRIA e IHC promovem aula aberta inserida no ciclo “Cidade e Etnografia: 20 anos de pesquisa sobre Lisboa”.

Enquadrado no ciclo “Cidade e Etnografia: 20 anos de pesquisa sobre Lisboa”, Maria Assunção Gato, investigadora de Pós-Doutoramento do ISCTE, vai proferir uma aula aberta com o tema "Viver no Parque das Nações: espaços, consumos, identidades". O evento é organizado pelo Centro em Rede de Investigação de Antropologia (CRIA) e pelo Instituto de História Contemporânea (IHC), unidades de investigação da FCSH/NOVA.

O Parque das Nações é um território urbano com características que continuam sendo únicas, tanto no contexto da cidade de Lisboa como no sistema urbano português. Daí a sua escolha enquanto objeto principal para um estudo de cariz antropológico onde, a par de uma série de questões ligadas às dinâmicas de construção do espaço urbano e às identidades sociais, se procurou contribuir para um maior conhecimento sobre as novas classes médias urbanas e seus modos de habitar, através da relação que desenvolvem com a habitação e com o consumo.

Maria Assunção Gato é licenciada em Antropologia, com Mestrado em Geografia – Gestão do Território e Doutoramento em Antropologia Cultural e Social pela FCSH/NOVA. Atualmente é Investigadora de Pós-Doutoramento no DINÂMIA’CET (Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica e o Território), do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL).

O evento terá lugar no dia 22 de abril, às 14h, na sala 05 da Torre A.

Cartaz

2015-04-16 17:25
Topo da Página
classificado em: ,